quinta-feira, 9 de outubro de 2008

- Pingüim também é ser humano?
-No Brasil, "mãos limpas" vira espetáculo
-Márcia Rodrigues

Um comentário:

Mônica disse...

Hehehehehe... Deu hoje (dia 10) no BahiaJá de Tasso Franco : "PT prende em Belo Horizonte o empresário Marcos Valério"
Será que foi um ato falho? À noite o título já estava corrigido, mas que foi engraçado foi. No mais, ponto para a PF p/q lugar de trambiqueiro é mesmo atrás das grades. De onde Daniel Dantas também nunca deveria ter saído.

Segue a matéria do BahiaJá:

10/10/2008 - 13:51
PT PRENDE EM BELO HORIZONTE O EMPRESÁRIO MARCOS VALÉRIO


A prisão de Marcos Valério, hoje, é devido a outra "enrolada" do empresário (F/D)
Na manhã desta sexta-feira, 10, foi preso pela Polícia Federal, o empresário Marcos Valério Fernandes de Souza, o qual, ainda desconhece o motivo da prisão, segundo o advogado Marcelo Leonardo. A Operação da PF ocorre simultaneamente nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo.

A Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão na residência de Marcos Valério, além da determinação de prisão temporária, expedida pela 1.ª Vara Federal Criminal de São Paulo. O processo está sob segredo de justiça e nenhuma informação adicional foi repassada à imprensa.

O Terra Magazine apurou que a prisão resulta da investigação da Polícia Federal sobre as relações de Marcos Valério com a Cervejaria Petrópolis, dona das marcas Itaipava e Crystal. A informação foi confirmada por funcionários de Marcos Valério.

Eles negam que exista ligação entre o empresário e a companhia, mas reconhecem um serviço de consultoria sobre gados prestado ao dono da Petrópolis, Walter Farias.

Por meio da assessoria de imprensa, a dona da Itaipava afirmou que não há contrato firmado entre Marcos Valério e a cervejaria. A empresa está preparando um comunicado para divulgar à imprensa ainda hoje.


De acordo com as primeiras informações da Polícia Federal, 17 mandados de prisão estão sendo cumpridos nesta sexta-feira, 10. Ainda segundo a PF, a detenção de Marcos Valério não tem relação com processo do chamado mensalão, em que ele é um dos 40 denunciados.